TRIBUTO A MÁRIO QUINTANA











Natural de Alegrete, RS - Brasil
Nasceu em 30.07.1906
faleceu em 05.05.1994
"Poeta das coisas simples"



Não importa saber se a gente acredita em Deus;
o importante é saber se Deus acredita na gente...!

Quem não compreende um olhar,
tão pouco compreenderá uma longa explicação.

O sorriso enriquece os recebedores,
sem empobrecer os doadores.
O segredo é não correr atrás das borboletas,
mas cuidar do jardim para que elas venham até você.




Bilhete

Se tu me amas,
ama-me baixinho

Não o grites de cima dos telhados
deixa em paz os passarinhos.

Deixa em paz a mim!

Se me queres,
enfim,

tem de ser bem devagarinho,
amada,

que a vida é breve,
e o amor
mais breve ainda.

Sentir primeiro, pensar depois
perdoar primeiro, julgar depois.
Amar primeiro, educar depois,
esquecer primeiro, aprender depois.
Libertar primeiro, ensinar depois,
alimentar primeiro, cantar depois.
Possuir primeiro, contemplar depois
agir primeiro, julgar depois.
Navegar primeiro, aportar depois,
viver primeiro, morrer depois!
BILHETE
Amar:
Fechei os olhos para não te ver
e a minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada nasceram sussurros
e palavras mudas que te dediquei...
O amor é quando a gente mora um no outro...

Comentários

Anónimo disse…
Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»
Anónimo disse…
I find some information here.

Mensagens populares deste blogue

O MUNDO DE PERNAS PARA O AR

Deixa ficar assim…

DESEJOS E DEMÓNIOS