RAQUETADAS




E vão 35 anos.

No próximo mês de Setembro faz 35 anos que iniciei a prática oficial desta modalidade.

Foram muitos jogos, muitas viagens, muitos países, muitos titulos, muitos amigos, muitas alegrias, algumas tristezas.

A dedicação de uma vida, a uma modalidade muito exigente, mas pouco divulgada, e confundida vulgarmente pelo chamado Pingue-Pongue.

Neste ano, que se reveste de alguma importância, pela indecisão na continuidade ou desistência, fruto de uma arreliadora lesão, que faz o favor de por vezes marcar presença, fui convidado a abraçar o projecto Vitória de Setubal, em conjunto com o técnico Alves Diniz, o chinês Wu Jien Wei, Luís Sena, Sérgio Santos e David Diniz.
A transparência, a compreensão, a forma, o carácter e a amizade transmitidas, não permitiram recusar.
Não sei, o quanto posso dar, mas tenho a certeza do que posso proporcionar.

Não posso deixar de relembrar todos os amigos, companheiros de equipa, colegas e adversários. Não quero esquecer os momentos amargos, mas somatizar apenas os momentos positivos e os bons amigos, que ao longo desta caminhada (felizmente muitos), fui encontrando.

A Elsa, o Hugo e o Diogo, que pacientemente correm ao meu lado e com ternura me vão mimando.

Em especial, recordo sempre, com o coração apertado de saudade, o grande obreiro destas jornadas, aquele que a cada instante, esteja onde estiver, vibra comigo, sente, chora e ri, o meu Pai.



Comentários

Anónimo disse…
Very pretty site! Keep working. thnx!
»
Afrodite disse…
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse…
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse…
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse…
gostava um dia poder chegar aos 35 anos de prática desta modalidade, apesar de saber que todo o sofrimento que transporto comigo não mo irão permitir, mas desde já agradeço o facto dos 17 anos que já levo me terem permitido conhecer uma pessoa como tu.
obrigado Zé
Pedro Viegas disse…
Bondade tua Luís. Vês-me com os olhos de um amigo. Mas muito obrigado pelas tuas reconfortantes palavras.

Mensagens populares deste blogue

O MUNDO DE PERNAS PARA O AR

Deixa ficar assim…

DESEJOS E DEMÓNIOS