Uma pequena fábula:

"Havia numa floresta um alegre Pirilampo que vivia feliz da vida iluminando a noite dos outros insectos com a sua linda luzinha. Até que uma Serpente passou a perseguir o pequeno insecto dia e noite acabando assim com a sua paz e segurança. O pobre bicho gastava as suas energias todas para escapar à boca da Serpente que não desistia nunca de persegui-lo.

Um dia no limite das suas forças o Pirilampo voltou-se para a cobra e disse.

- Pronto, desisto. Podes devorar-me, mas responde-me só a algumas perguntas:
- Está bem - Disse o odioso réptil.
- Eu fiz-te algum mal?
- Não. - Disse a Serpente

- Eu pertenço à tua cadeia alimentar?
- Também não.
- Então porque insistes em perseguir-me?
- Porque não suporto ver-te brilhar..."

Amigos, não desistam nunca de brilhar.

Os outros insectos precisam do vosso brilho. E quanto mais alto voarem mais longe ficam dos animais que rastejam.

Comentários

Anónimo disse…
Não sei se somos amigos?
Mas esta fábula, é a realidade da vida.
Obrigada, "pelo brilho"

Mensagens populares deste blogue

O MUNDO DE PERNAS PARA O AR

Deixa ficar assim…

DESEJOS E DEMÓNIOS