Na Marta já tentou acertar 3 vezes no coração, pontaria desafinada, danadinho.
Setas que pretendo atire e acerte em cheio... nada!.
Grave problema para quem faz da vida, Cupido.
Anda distraído, cabisbaixo, olheirento. O meu Cupido não anda bem.
Sentimentos de amargura pela falta de pontaria apresentada.
Como ontem... "...Vá, Cupido acerta naquele...."
E ele, apertando-o-arco-contra-o-peito, susteve respiração, disparou e... flecha no chão.
Nos treinos já caiu de telhados, tropeçou em baldes, bateu com a cabeça em postes, quase foi atropelado.
Quando dispara na pessoa errada, deita a correr até conseguir retirar a seta.
E chega-se perto de mim e fala-me ao coração pedindo desculpas e afagos.
Quantas vezes lhe digo, para ir tentando..."um dia vais conseguir..." "andas nervoso..." "ainda não apanhaste o jeito..." "são pequenas fases..." "muda de arco... "
Pede-me desculpa atrás de desculpas, e eu... desculpo, claro.
Pobre Cupido.
Eu acho que ele tem mesmo falta de jeito.
Por vezes insistimos em algo para o qual não ajuda, nem engenho nem arte, e ele, não nasceu para Cupido.
Já tentei substituí-lo, mas é tão apegado a mim, que o melhor mesmo é acarinhá-lo, dar-lhe doces, afagá-lo, mimá-lo e tê-lo juntinho a mim, não vá o coração disparar de repente.

Comentários

M Duque disse…
Sabes Pedro, é que o Cupido, malgrado a sua posíção na hierarquia mitológica, as asinhas e o equipamento a preceito, tem uma particularidade: uma venda nos olhos. Isto significa que dispara às cegas, sem saber em quem vai acertar. Podes pois estar tranquilo. O teu Cupido não tem nada de errado. É um Cupido absolutamente normal.
E, já agora, bom Natal!

Mensagens populares deste blogue

O MUNDO DE PERNAS PARA O AR

Deixa ficar assim…

DESEJOS E DEMÓNIOS