31 dezembro, 2008

UM SEGREDO FECHADO




Quero ter de novo a minha Fada comigo.

A Fada do dentinho, da amizade, do carinho, da solidão, da alegria e desespero, do agora ou do depois, tanto faz.
Quero é a minha Fada de volta.

Devolvam-ma. Libertem-na.
Preciso dela. Das sua diatribes, dos conselhos, das cócegas no ouvido, dos murros na consciência, das partidas que me pregava.

Quando miúdo, os dias com ela eram uma azáfama de maluqueira.
Os meus amigos não acreditavam que eu tinha uma Fada, mas quando a invocava… zás….
Pózinhos de pirilim-pim-pim pelos ares e … zás….!... Ficavam atónitos de tanta magia.

Coloridos cobriam-nos. Mantos de sol e rasgadas cores destapavam o chão e voávamos para bem longe… até onde a imaginação permitia.

Hoje é tudo plástico.
Pessoas plásticas, atitudes plastificadas, cartões de plástico, sorrisos plásticos, corpos de plástico.

Já não se faz magia.

Da minha Fada, não guardo muros de vergonha, nem curvas traiçoeiras, cínismos ou tratos de polé.
Suavizava com alegria, amaciava o coração, debitava palavras de ânimo e compreensão, que uniam o que o silêncio afastava.

A minha Fada, sabia-me das dores, dos vazios, das feridas que lambia como curandeiro afectivo, e que ela reconhecia como intimo desejo de me resolver.

Era linda a Fada.
Sardas que condiziam com a cor do cabelo, uma ligeira covinha no cantinho da boca, um sorriso milimetricamente desenhado e um olhar de sereia.

Se me perguntassem o que queria… respondia…. Que queria a minha Fada de volta.
Para o meu ombro, o meu aconchego, mesmo com poucos poderes.

Talvez ainda consiga resgatar do meu antigo quarto, no baú das recordações, a varinha e a tiara do cabelo.

Caso consiga e ela desperte…

Será um segredo fechado.

8 comentários:

Paula disse...

Lindo, lindo este texto para último dia do ano de 2008!
Foi sempre o mundo dos sonhos que fez com que a evolução humana acontecesse!
Sonhar dá vida, dá sentido à nossa existência e rejuvenesce.

Partilhemos então o sonho e o segredo.

Anónimo disse...

Também eu sonhava com Fadas e Duendes, Homens maus, Principes encantados.
Que não percas a magia das palavras, a ternura e emoção que exalas na escrita.
Que 2009 te traga um lugar de destaque, com livros, romances, textos, o que quiseres.
Felicidades.

A Marta Perdigão

cocas disse...

Quem dera que todos pudessem ter uma fada assim, o mundo seria bem melhor...
Mas só as pessoas fantásticas têm fadas maravilhosas como esta que descreves.
Um beijinho de Bom Ano. Espero que em 2009 resgates a tua fada e continues a oferecer-nos estes pedacinhos dos teus sonhos...

Cocas

JS disse...

Que lindo. A mim dá-me a impressão que a tua fada estará sempre ao teu lado...

Bom 2009!

Nani disse...

Um ano cheio de Fadas para ti!!! :)

antonia disse...

JP
Vou imaginar que a tua fada passou por aqui e me trouxe um pouquinho de vc. Continues distribuindo sonhos durante todo 2009.
abraços

XS disse...

Como é bom quando ainda somos inocentes, não é? Depois crescemos e estragamos tudo....

Aproveito para te agradecer a visita lá a casa. Volta sempre! :)

Rita disse...

Tambem tenho saudades da minha fada.. :\