Memória...

Vivias numa geometria perfeita de enganos como todos e qualquer um de nós.
Tinhas a perfeição dos predestinados e em aguarelas luminosas espraiavas toda a convicção que mostravas ter, e a leitura que fazias da vida e do mundo que nos engole.

Sombras chinesas pairavam aqui e ali entremeadas por belas luas, desenhadas por anjos de neve.
A tua vida era preenchida por constelações inteiras de amor pelos teus anjos sagrados.

Nuvens de fumo povoavam metros quadrados de talento, e as telas apareciam com contornos de cordilheiras, imagens desemparelhadas, volúpia de ombros tensos, e madrugadas espreitando gulosas por pálpebras semicerradas.

Tínhamos falado de obras por lançar e ritmos de trabalho alucinantes interrompidos a três quartos, depois pela metade, mais tarde por inteiro.
Pintava um, escrevia outro, outros mais falariam e o legado ficava para as nossas constelações estreladas.

Estes golpes de sabre, desferidos pela “puta da vida”, manto negro que nos ensombra, e que nos faz reflectir sobre as eternas correrias, e “se” ou “o que” vale a pena.

Agora que só nos resta a memória urge preservá-la.
Misturar passado com história, presente com serenos futuros e árvores que se continuarão a plantar, dando assim continuidade a novos ramos, novas folhas.

Uma serenidade absoluta que nos deixas, no intervalo da confusão dos dias úteis.
Estes, sem duvida, os mais úteis de todos, aqueles em que nos cruzávamos com as nossas crianças, as constelações estreladas que seguirão o seu rumo.

Eu por mim, preservo a memória dos momentos, das conversas tertúlianas, deste livro que não chegamos a compor e de quando comprávamos o jornal na hora certa do dia certo na “Teresa dos Jornais”.

Até sempre.

Taraio, pintor, recentemente falecido.

Comentários

Alda disse…
*
Que esteja em Paz!
Alda
Anónimo disse…
A amizade é como um às de trunfo...vale sempre mais do que as outras cartas...e essa sim, quando é verdadeira, vale para sempre.
É bom ter amigos como tu!
Beijinho
unintended disse…
Gostei imenso do blog.

Voltarei.

Entretanto se assim decidir deixo o endereço do meu, até porque denotei similaridades de escrita impressionantes.

www.absolution.blogs.sapo.pt

Cumprimentos,

Mensagens populares deste blogue

Deixa ficar assim…

DESEJOS E DEMÓNIOS

EXISTISTE ANTES DE EXISTIR