13 maio, 2009





Dá-me mais uma dança.

Apenas uma, a ultima, se assim o entenderes.

Pode ser um tango de passos rápidos, uma valsa ondulante, um slow apreciado.
Uma ultima dança, onde te aproximas bruscamente e olhas provocante, ousada, intensa.

Percorres-me com as mãos, aproximas e afastas repentinamente, estendes os braços num ritmo marcante e rodopias no meu corpo.

Dança esse tango e arrasta-me nesse tornear esfusiante
Sou abraços contigo, pernas que se escapam e sobram no espaço, corpo dormente, quente, como lobo faminto ou coyote com cio.

O teu sopro na minha voz e o grito que me abafa, um encosto.
Três passos apenas. Rodeias o assunto e contornas objectos.

Somos doença crónica, famintos madrugadores, um ataque de asma.
Coração aos solavancos, arfar de cansaço e paixão.

Um T1 pré-fabricado, bem medido, portas e janelas,
Novo aconchego, lábios no pescoço, braços esticados ao infinito.

Peito no peito, batidas largas de coração, o olfacto que se perde, o paladar, os sentidos sem razão, e uma razão sem sentido.

Uma última dança, apenas.

Pode ser?

7 comentários:

Anónimo disse...

Por momentos deixei-me levar...Que dança...

Beijo
MG

Cocas disse...

Bem, depois desta descrição, acho que todas as bloggers vão responder: "pode pois!":)
É sempre bom vir aqui, tem textos lindos...

Olívia disse...

Muito envolvente, sensual...
Irresistível.

Estes textos, realmente têm música.

Boa música!

Anónimo disse...

Lindíssimo! Podemos visualisar o texto e as personagens em termos cinematográficos, com uma música quente, a condizer... e ficar enebriados na dança.......

Bjinho.
MMJL

Anónimo disse...

Um lindo e envolvente convite. Cheio de poesia. Impossível de recusar! Parabéns por tamanha poesia.
Muito bom ler os seus textos. Abraços.
Stella Tavares


www.manualdoinseguro.blogspot.com
oadestradordesentimentos.blogs.sapo.pt

T disse...

Uff...muito bom.parabens uma vez mais

T disse...

Uff...muito bom.parabens uma vez mais