Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2010

UM DIA DANÇO PARA TI...!

Sarah Mclachlan - In The Arms Of The Angel




Um dia danço para ti

Percorro em passo marcante, afirmativo e gestos envolventes, um roçar de queixo e nariz, e um cheiro inebriante do teu perfume que me percorre cantos e recantos no meu corpo.

Tenho em mim o doce sabor dos teus dedos e o cheiro do fim do dia nos teus cabelos.
Ainda tenho o meu corpo molhado e sinto a humidade quente que se instalou entre nós.

Estremeceram as muralhas construídas com os nossos sorrisos, adicionando formas paralelas aos teus encantos.
Como mantenho as minhas pernas enlaçadas nas tuas ?
e as tuas mãos inquietas que entrelaças e percorres de Este a Oeste e a Sul perdes o Norte ?

Um dia danço para ti

Quero apoderar-me de ti em ritmos de salsa e provar-te o diabo no corpo, desatinar-te e adormecer-te a inquietação, enquanto transpiras por todos os orifícios da tua pele de seda, e o meu corpo se agarra ao teu em frémitos de luz.

Há entre nós um laço, um nó górdio, serpentinas que se enroscam em ti como um caminh…

COMO UM ANJO

Rodrigo Leão - Rosa


Aparecias como Anjo esvoaçante e escultural
Pé ante pé, num equilíbrio de passos nas nuvens como se há muito evitasses o contacto com o solo.

Surgiste no teu jeito certo, percorrendo espaços comuns como se lá tivesses habitado anos.
Por vezes e como qualquer Anjo que se preze, desapareces quase incógnita.
Tenho por bem que vais reabastecer a alma e confortar o espirito tornando as asas mais brilhantes. É esse o brilho da luz que emanas e o pó de cristal que trazes em ti.

Outros vivem errantes sem nunca encontrarem qualquer lugar, vivendo pendurados entre varandas de uns e portas de outros, deixando assar no fumeiro da indiferença, virados de juízo para baixo e o coração de pernas para o ar.

Os Deuses contudo, caminham contigo e explodem em cânticos a cada gesto teu, fazendo do cinzento das trevas, azuis sorridentes.

Mas as noites estão pesadas e os dias tristes... mesmo para um Anjo.

E dou por mim no limiar do desespero entre teias que teço a cada canto e a fuga do…

Adeus...!

Nina Simone - My Baby just cares for me


Aqueci hoje a chávena pela última vez antes de partir, resolvi os assuntos e falei com o meu pai.
Vou embora.

Já sinto o vazio na sala ampla deste coração. Já sinto a alma a apertar e o tempo a passar.
Coloquei a possibilidade de parar o tempo ou muda-lo de lugar e tudo isto ainda me parece um sonho.

A verdade é que parto, mas não tenho noção se volto.
E sinto-me violentado pela partida, qual criança arrancada a forcep´s do sossego uterino.

Fiz um chá.
Coisa rara em mim. Se me visses saberias utilizar a tua expressão que me encanta.
Tenho medo de perder o tempo e de perder o medo. Tempo e medo são duas palavras que vão viver toda a vida comigo, neste sitio inóspito, rodeado de minas e armadilhado em cada canto.

Por cada carta minha ou missiva tua, saberei que voaram alguns dias.
Saberei viver longe de ti?

Aqueci hoje a chávena pela última vez antes de enfrentar uma guerra e mil perigos.
Quantos de nós já não voltam? Quem voltará?
Ao olhar…

Um piscar de olhos...!

Come as you are - Nirvana


Era capaz de jurar que não foi mais que um piscar de olhos entre a eternidade e o fim.
Foi assim, sem mais.
Porque é assim que tudo começa ou pode acabar.
Um piscar de olhos.

O coração salta e não sabe o que sente.
Bate e rebate, soluça, mexe, remexe, balança da esquerda para a direita e em sentido contrário, cambaleando como relógio ancorado em mim.

E… não sei, se te resisto.
Se te rompo placenta e nasço de novo.
Não sei se me atiro, se te puxo, se rodopio ou afasto ou me embrenho em ti.

Ou então finge que não vês, que não sou eu.
Que mordeste os dedos e eu cortei os pulsos. Finge uma tendinite, uma apoplexia, pede comprimidos milagrosos e duradouros.
Faz-te febril. Esquizofrénica, intemporal.
Tosquia-me as palavras, recolhe adjectivos e afasta-me os pretéritos.

Pode mesmo um de nós dizer que sim, que o outro diz logo não.

E vou fingir que não estou, que não sou eu.
Fugir, esconder, pintar a cara, disfarçar as olheiras, esconder as rugas.
Baixar a guard…

FELIZ 2010 para TODOS OS AMIGOS, BLOGGERS E VISITANTES

Ryuichi Sakamoto-Energy Flow