Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2010

DOURO

Range metal sobre metal numa chiadeira estridente.
Prolongamento de memórias, nostalgia e deslumbramento, suspiros nas curvas apertadas.
A canícula que desaperta os ossos, a encosta da serra, telhados românticos, árvores que cercam o casario, videiras entrelaçadas.

Sombras de nuvens, fantasmas que se demoram em cada traço do caminho que percorres.
A incessante criatura sem rosto que vislumbras ao longe no socalco, imergindo do verde da planície, um caos ilógico na arrumação dos campos.

E tu como relógio, mostradores inquietos, ponteiros pontiagudos como a verve que evaporas boca fora.

Sons do tempo, enevoado e frio, folhas de árvores que se riem a cada passo teu.
A tua sombra do lado esquerdo de encontro ao muro, esmagada de encontro ao muro.
Piadinha entre folhas, risinhos histéricos e a árvore frondosa que as manda calar.

Já falaste com alguma árvore?

A subida da colina serpenteante, carregando um calvário completo. Um remorso vivo, como a dor.
A dor e uma árvore sem galhos, nem …

O teu feitiço

O teu segredo… a meiguice sem medida, o destempero em que te soltas, jorro de afectos sem espera.
Alquimia na tua pele que entendo como obra do “Demo” tal a inquietação que provoca. Tanto me tira o ar como me solta o riso.

O teu feitiço
Esse arrastar de mãos, suave e ardente como conhaque velho.
Palavras quebradiças, resignadas à sorte que lhes caberá.

Esgueiras-te entre brechas como refúgio
Afasto-me de mim tantas vezes e observo-me ao longe como Rembrandt os quadros inacabados.

As assistolias, um suporte de vida, apito agudo constante, linha ténue marcando a partida, o sopro final e eis que tropeço no teu olhar e desperto para a vida num trago.

Colo-te palavra por palavra, gesto por gesto, pedaços de corpo em corpo de mulher, o teu feitiço.

Não, não és tu que me baralhas, sou eu que me confundo nesta geometria perfeita de enganos, naufrágio de constelações inteiras.

O teu segredo em ritmos pachorrentos, circuitos entre vielas antigas, a nossa casa de madeira em Hoshinoya /Quioto, …