Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2012

Ai de ti...

Imagem
Mexo-me e encolho-me na tua presença. Saio de mim e entro num caminho sem sentido.
Bifurcações ou desvios acidentais.

Mas sempre a tua presença, a tua imagem, as fotos na praia, o meu biquini preto com laçarote do lado esquerdo que teimavas desapertar, o teu peito no meu em ânsias de morte e asfixia.

E a ausência faz tempo. Os teus não-diálogos.

Se não me respondes, mata-me. Se não me matas morro à mesma, pronto.

E não te desejo mais nenhum 'Bom Dia', nem 'Boa Noite', nem digo 'Olá'.
Não te chamo 'meu querido', 'meu Anjo-da-guarda'. Não te trato do cão.
Não te leio, não olho para os teus olhos de vez em quando.

Não falo mais de ti a mim.
E tu, descaradamente respondes…
-"E eu com isso?" e pronto. Morro mesmo.

Isto tudo depois de sair do teu peito, hoje à noite.

Razão tinha a minha avó Maria, não se pode confiar nos Homens.
Ela que engravidou cedo de um tropa de partida para África.

Esse que nunca quis saber dela e a coitada a ca…