Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2012

Soldadinho de chumbo

Imagem
Sim, ainda chove e cheira a castanha assada na avenida.
Escurece cedo. A noite levanta voo sobre a cidade e eu recolho na boca do vento as vozes que me encantam.
Assim não vivo sozinho.

Vejo-te em oceanos íntimos e um sol de fogo consumido em ti. Alguns mantos de lucidez e a mão estendida, mendigando o sol.
Telas que pintas sem rasgos nem fendas, gaivotas no meu céu, um mar em azul e uma voz que me enrouquece.
Tens a paixão do rio, dos eléctricos que desatinam barulhentos, dos artistas noctívagos de pasta na mão, incoerentes.

Musica a tocar, a dança do Fred Astaire na sala ao lado da minha.
Pinotes dos meus vizinhos de cima, canalizações barulhentas, a cama que range aqui e ali.

Eu na tropa, com a tropa toda comigo.
Soldado, mergulhador, marinheiro, aviador, Tenente. Traje aprumado e no entanto a minha vizinha Alice mais a prima Deodata a espalmarem-me a farda, o brilho dos botões, um encosto de ancas, uma parcimónia de joelhos...os dela.

Eu, sem espaço entre as duas. Uma de pálpeb…