Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2013

ALENTEJO

Imagem
O Alentejo neste dia tem cor diferente do silêncio, sombras trémulas de folhas.

Lua crescente, libertina, quarto-minguante esclarecedor, unhas envernizadas a espreitar em frinchas dengosas de portadas firmes.

Aqui e ali pelo vidro baço da vida, tempo de acne, zona rubra que sobe à tona dos risos que invadimos com cremes, brindamos ao mundo, vida com sabor a sal e corpos unidos numa só gota.

Língua e lábios e aromas do teu corpo. Os cinco sentidos inebriados. Odes de ternura num olhar, socalcos de céu aberto em mim. Lençóis marcados no teu enrolar, a direção vaga do infinito em que me mexo.

Um Alentejo de luz obliqua, um feixe quente, vidas sonâmbulas, tronco rijo da aspereza da terra, andar lento de lagarto.

O reboco imperfeito na cara da minha tia, desbotada. Pregas gastas da pele. Trabalho de restauro incompleto. Rezas ao cristo de coração de fora. Talvez o redentor. Fios com bolinhas, novenas rezadas, benzeduras ao espirito santo.

Um sol que se enrola e amortece vontades, o no…