Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2017

O MUNDO DE PERNAS PARA O AR

Imagem
O MUNDO DE PERNAS PARA O AR
Quantidade enorme de gente sem relação entre si, e que procuram, pisando os mesmos espaços, o mesmo tempo.
Roupas penduradas, vasos partidos que espalham terra. Plantas tombadas viradas a sul. Baldes de plástico como latrinas.
Meninas sem idade e seminuas. Uma quase mulher, feições fugidias como se com vergonha própria, em permanentes caretas desajeitadas e seios espremidos e murchos.
Senhoras com costuras atrevidas e folhos marcados na bainha como partituras.
Homens fantasmagóricos, encalacrados numa imagem. Sabedores de tudo e de todos, como mágicos fantasiosos, revirando a cabeça no sentido contrario do corpo. Malabaristas da vida.
Vendedores de certezas ocas com roupagem de deuses ancestrais, debitam frases para um público gaseado. Um mundo paralelo e ilusório. A promessa de tudo, A recompensa no final do arco-íris.
Mulheres santificadas em frases rítmicas, entrecortadas por decibéis tenebrosos, cáusticos e violentos. Tão rude, que subitamente o ritmo…

QUE TE DIZEM OS OLHOS

Imagem
Que te dizem os olhos ? 
Olhares inquietos, verrugas de água no vidro da sala, espelhos sem reflexo.
Um casulo em contraluz. Os passos do inverno, cautelosamente chegando devagar
 Os pequenos ódios remoídos, como a sombra da mãe por perto, as pregações, o não querer saber, a Tia Henriqueta e o rímel três partes ao lado.
Os espartilhos fazem morrer tiras nos músculos abdominais, os cremes escorrem agarrados ao suor como cal de parede sem pintura.
O desprezo pelos óculos dele, A lente difusa com que o vê, as frases relampejantes em que te atiça, e a velha tia, uma velha tão azeda que até os casacos tigresa desmaiam aflitos nos ombros.
Veem-se gradações de luz, filtradas por latões de cobre, peças espalhadas, numa desarrumação aparente.
Silêncios remexidos por dentro, uma aceitação, a dádiva da vida num olhar.
Um olhar tão cheio de nada, um nada tão cheio de tudo e o medo que algo saia de dentro do tudo e o soterre.
Formigas na barriga, um inchaço no peito, a voz retida em impulsos c…